1 de out de 2014

Vale a pena assistir: O Renascimento do parto.

Oi meninas, quarta das mamães no ar, mas hoje o post e a dica não são só pras mommy’s to be, mas pra todas nós mulheres.
Eu ainda não contei (mas to preparando um vídeo sobre isso), mas desde sempre sou contra o parto Cesária, e hoje acho banalizada uma hora tão linda que é o nascimento, e que muito antes de engravidar eu já tinha na cabeça que o parto normal é o jeito que quero dar a luz, de por meus filhos no mundo e agora com a Alicia a vontade do mais natural possível só aumentou.
E para me aprofundar mais sobre o assunto eu decidi ver esse filme lindo,assustador,mágico e muito medonho que é O Renascimento do Parto.



Mas por que assustador e medonho? Porque no filme ginecologistas obstetras e especialistas te põem a verdade ali na cara, e tudo que eu vi durante 21 anos do parto da minha mãe quando ela me teve ta ali escancarado na minha cara mostrando que o que eu sempre senti é a mais pura verdade: medo!
Mas vamos deixar esses meu blábláblá todo pro vídeo onde eu explico essa minha decisão e vamos falar do filme.
SINOPSE: O documentário O Renascimento do Parto discute a realidade da obstetrícia no Brasil, onde partos cesarianas são mais frequentes do que seria recomendado. O filme resgata o valor do parto normal e analisa as razões por trás das preferencias medicas e dos pacientes.


Eu acho que vale muito a pena tirar um tempinho pra poder ver, mesmo se a sua decisão for a Cesária, mas vale a pena ver, aprender mais, ver os prós e contra dos 3 modos de dar a luz para não julgarmos o outro sem saber, digo para quem quer parto normal que também sofre julgamento, não é só mãe que faz Cesária não! E quem sabe mudar de opinião e fazer com que essa cirurgia que há 20 anos era só em casos imediatos hoje já se tornou 100% no Brasil por pura banalidade.
Espero que tenham gostado da dica, e me de sua opinião se você já viu o vídeo, se sua Cesária foi “maravilhosa” ou de como foi seu parto, vamos interagir!!

Beijos e ate o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário